FEVEREIRO










































SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de Arcos de Valdevez
Fevereiro e Março de 2015
Auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez

Aquele que é conhecido como “o primeiro festival do ano” é, na verdade, uma original mostra de música moderna portuguesa, que nos últimos treze anos tem trazido até ao palco da Casa das Artes de Arcos de Valdevez os mais significativos, influentes e marcantes nomes da música nacional, numa simbiose entre “consagrados” e “iniciados” que faz de cada cartaz, e das suas oito datas repartidas por todos os fins-de-semana de Fevereiro e Março, um momento único para descobrir, no intimismo da sala, os diversos projectos musicais que atravessam sonoridades profundamente diversas e alinhadas no sentido de um público abrangente e heterogéneo, que reconhece, cada vez mais, o cariz diferenciador e único deste evento arcuense.

A reserva/compra de ingressos para o Sons de Vez 2015 só será possível, como em todos os espetáculos da Casa das Artes, no primeiro dia útil da semana do evento.
A aquisição direta é feita nas instalações da Casa das Artes, de segunda a sexta-feira, entre as 9 e as 18h00, ou no dia do próprio espetáculo na bilheteira local.
Relativamente às reservas, estas devem ser efetuadas obrigatoriamente por telefone para o número 258520520, num limite máximo de 4 ingressos por titular. Os bilhetes devem ser levantados diretamente na Casa das Artes, até às 18h00 da respetiva quinta-feira; os espetadores que não o possam fazer, devem validar pagamento nas 24h00 posteriores à reserva, através de transferência bancária para conta a indicar pela Casa das Artes; aquando da reserva, deverá ser feita menção do endereço de correio eletrónico para o qual remeteremos o NIB/IBAN correspondente.
Datas de reserva/compra de ingressos e respectivos preços:

27/fev – SALTO + THE DIRTY COAL TRAIN = 5€ (pré-venda/reserva a partir de 23/fev)
06/mar – CAPICUA = 10€ (pré-venda/reserva a partir de 2/mar)
14/mar – TIAGO BETTENCOURT = 13€ (pré-venda/reserva a partir de 9/mar)
20/mar – BIZARRA LOCOMOTIVA + BIG RED PANDA = 6€ (pré-venda/reserva a partir de 16/mar)
28/mar – PEDRO & OS LOBOS + SCREAM4REVOLUTION = 5€ (pré-venda/reserva a partir de 23/mar)




MÚSICA/POP ROCK:

27 de Fevereiro
sexta às 23h00
SALTO + THE DIRTY COAL TRAIN
Inserido no SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV
Auditório da Casa das Artes
Em dose dupla, a noite começa com os The Dirty Coal Train que viajam desde Lisboa para nos trazer a pura energia contagiante do rock. Vistos como a nova coqueluche do garage-punk nacional, a banda é uma mescla de origens e influências. Na sua formação encontramos o viseense Ricardo Ramos na guitarra e voz, o coimbrão Rodrigo Paulino no baixo e voz, a sul-africana Shelley Barradas, igualmente no baixo e voz, e para acompanhar este inferno sónico a brasileira Helena Fagundes, que ocupa o lugar de baterista. Mais recentemente junta-se à banda Beatriz, natural de França, que compõe o quinteto com mais uma guitarra a causar distorção.
Muitas vezes ouvimos dizer que o caminho rumo ao sucesso faz-se um passo de cada vez, mas essa máxima só se aplica ao comum dos mortais. Os Salto, fazendo jus ao seu nome, “saltaram” de barreira em barreira até se tornarem hoje uma das mais importantes bandas de indie pop portuguesa. Nasceram em 2007 pelas mãos de Luís Montenegro e Guilherme Tomé Ribeiro, juntando-se posteriormente à formação Tito Romão e Filipe Louro; mas apesar da tenra idade enquanto banda, já tratam por tu o mundo musical português. Com um disco homónimo em mãos, editado em 2012, a banda já está a preparar temas novos e quiçá não apresentarão novidades na Casa das Artes de Arcos de Valdevez; a ver vamos…







































APRESENTAÇÃO DE LIVRO


28 de Fevereiro
sábado às 16h00
Casa das Artes - Sala da Varanda
“ASTRO BIOGRAFIA DE FERNANDO PESSOA / PORTUGAL: A MENSAGEM DA MENSAGEM" de Luís Resina
Neste livro o autor mostra a posição de Fernando Pessoa face à Astrologia e esclarece-nos sobre a importância que este saber tradicional teve na vida do poeta. Para além de uma criteriosa recolha de textos de Pessoa que ilustram o quanto este prezava tal saber, chegando mesmo a designá-lo como a Ciência das Ciências, Luís Resina dá-nos a conhecer os principais conceitos do mundo da Astrologia, para em seguida se debruçar sobre o mapa natal do poeta.










MÚSICA:

28 de Fevereiro
sábado às 22h00
RITA GUERRA
"Uma noite em Arcos de Valdevez "
Auditório da Casa das Artes
(Pré-venda/reserva de bilhetes a partir de 23 de Fevereiro. Preço único: €12,00)
Uma das cantoras portuguesas mais populares volta à Casa das Artes arcuense para surpreender com este novo espectáculo. Apresentando agora uma nova formação acústica, acompanhada de músicos de eleição (Gonçalo Santuns na Percussão e Pedro Pinto no Contrabaixo) e com base no sucesso do seu último disco “VOLTA”, revisitam alguns dos grandes temas da sua carreira, num renovado e inédito momento musical intimista. 
Neste espectáculo, justamente intitulado ”Uma noite em Arcos de Valdevez”, para além dos maiores êxitos de 30 anos de carreira da cantora e agora compositora, teremos a possibilidade de ouvir as histórias e as canções que sempre a acompanharam nesta carreira feita de tantos êxitos e que celebra um renovado regresso ao grande público.























Exposição temática:

até 29 de Março
SONS DE VEZ 2014 EM IMAGENS
Inserida na edição 2015 do “SONS DE VEZ!”, 13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV  
Foyer do Auditório da Casa das Artes
Fotos singulares dos concertos da edição 2014 do “Sons de Vez!”, que incluem Jorge Palma, Ermo, Atic, Mundo Cão, Keep Razors Sharp, Noiserv, Fitacola, Melech Mechaya e O Bisonte.
Fotos da autoria de Sérgio Neto e Luís Lobo.


















Exposição temática:

até 28 de Fevereiro de 2015
GRAVURAS ANTIGAS DE PORTUGAL (SÉCULO XVI-XIX):
GEOGRAFIA, HISTÓRIA E ARTE
de José Silva Ferreira
Entrada principal da Casa das Artes e Arquivo Municipal
Integrada no 4º Congresso Internacional “Casa Nobre: Um Património para o Futuro”.


























MARÇO



MÚSICA/POP ROCK:

6 de Março
sexta às 23h00
CAPICUA
Inserido no SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV
Auditório da Casa das Artes
Ana Matos Fernandes é Capicua, um nome que não deixa ninguém indiferente e que veio trazer um novo fôlego ao hip-hop português. Cresceu a gostar de rimas e palavras ditas ao contrário, mas foi aos 15 anos que descobriu a cultura hip-hop, primeiro através da street art, depois pelo rap em cassete, até chegar aos microfones que são hoje o seu companheiro de palcos. Doutorada em Sociologia, Capicua teve três primeiras experiências discográficas entre 2006 e 2008 com os EP’s “Syzygy” e “Mau Feitio”, e a aclamada mixtape “Capicua goes Preemo”. Seguiram-se inúmeras colaborações até lançar em 2012 o primeiro álbum em nome próprio que saiu para o mercado com o selo da NOS Discos, sendo considerado um dos melhores álbuns do ano. A aventura solitária de Ana Matos nunca mais foi a mesma. Um ano mais tarde edita a mixtape “Capicua goes West”, feito com beats de Kanye West, que confirma os rasgados elogios feitos pela crítica especializada. No último ano, tem levado a todas as salas do país “Sereia Louca”, o segundo longa duração, que traz várias participações, tanto na voz como na produção, destacando-se Gisela João, Aline Frazão, Stereossauro, Dj Ride, Xeg e Serial dos Mind da Gap. Neste disco incluem-se ainda algumas versões acústicas de temas que certamente vão fazer parte do reportório deste concerto de arranque do segundo mês do Sons de Vez.




















MÚSICA/POP ROCK:

14 de Março
sábado às 23h00
TIAGO BETTENCOURT
Inserido no SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV
Auditório da Casa das Artes
Depois do sucesso alcançado como vocalista dos Toranja, Tiago Bettencourt decide trilhar um caminho a solo. Aproveitando a paragem que o grupo fez na sua actividade, o cantor junta-se a Pedro Gonçalves dos Dead Combo, Tiago Maia, e João Lencastre, que compõem os Mantha, e dedica-se à preparação do seu álbum de estreia, em nome próprio, intitulado “Jardim” que viu a luz do dia em 2007. O álbum foi muito bem recebido tanto pelo público como pela imprensa e o single de avanço “Canção simples” tornou-se um êxito de airplay, tendo até uma versão apenas disponível em vinil, onde Tiago Bettencourt canta lado a lado com Sara Tavares. A partir daqui saem para as lojas “Em Fuga”, três anos mais tarde, e logo depois “Tiago na Toca & Os Poetas”. Com uma tour intensa de espectáculos e muita estrada percorrida, naturalmente nasce “Acústico”, um disco feito de versões das suas músicas, com especial destaque para o a canção “A Carta”.
Para este concerto, o segundo em terras arcuenses, Tiago Bettencourt tem preparado um reportório de apresentação do seu último trabalho de estúdio “Do Princípio”, editado o ano passado. “Morena” e “Aquilo que eu não fiz” são os dois singles de avanço e baseiam-se na experiência de vida do músico compositor.


















MÚSICA/POP ROCK:

20 de Março
sexta às 23h00
BIZARRA LOCOMOTIVA 
+ BIG RED PANDA
Inserido no SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV
Auditório da Casa das Artes
O menu desta noite é servido em dois pratos. Para a primeira parte, uma banda daqui bem perto (Ponte de Lima). Chamam-se Big Red Panda e apesar da tenra idade (têm apenas um ano e meio de existência) causaram sensação no último Vodafone Mexefest. Com um novíssimo álbum de estreia nas mãos, a banda assume-se como parte do movimento stone rock, ao qual se junta um certo psicadelismo nas suas prestações ao vivo. Sem dúvida uma banda a descobrir na edição deste ano.
Percursores da música industrial no nosso país, os Bizarra Locomotiva são hoje a principal referência do género no panorama musical português. A sua história remonta ao ano de 1993 quando Rui Sidónio (voz) e Armando Teixeira (voz e maquinaria) formam a banda com o objectivo de participar no Concurso de Música Moderna promovido pela Câmara de Lisboa, e que tinha dado a conhecer vários talentos nacionais; foi o caso dos Bizarra Locomotiva que acabaram por vencer o concurso, lançando um ano mais tarde o álbum de estreia homónimo. Entretanto Miguel Fonseca reforça o line-up contribuindo decisivamente para o crescimento do colectivo que edita de 1995 a 1998 três discos: “First crime, then live”, “Fear now” e “Bestiário”, através do qual recriam figuras mitológicas que retractam metaforicamente o Homem. Já em 2002 regressam com “Homem Máquina”, um novo CD conceptual que segue a linha estética do antecessor e que traz um novo elemento à banda, Rui Berton, que assume os comandos da bateria. “Ódio”, que remonta a 2004, apresenta a actual formação da banda na qual Miguel Fonseca apresenta o papel de compositor musical principal e produtor, e Rui Sidónio fica totalmente dedicado à lírica. Na sua discografia contabilizam-se ainda “Álbum Negro”, o mais sombrio, pesado e denso disco da banda, que promove a entrada de Alpha, que controla a sala das máquinas, e “Egodescentralizado”, de 2012, que serve de comemoração aos 20 anos de carreira de um dos mais inovadores projectos da música portuguesa.






















MÚSICA/BLUES/FOLK:

21 de Março
sábado às 22h00
DAN LIVINGSTONE
(Canadá)
Auditório da Casa das Artes
(Pré-venda/reserva de bilhetes a partir de 16 de Março. Preço único: €3,00)
Em 2013 o reconhecimento por parte do público valeu-lhe a capa da revista Blues & Co.
Dan Livingstone tornou-se assim um conceituado songwriter e instrumentista. 
Tem feito várias tours na Europa, USA e até mesmo na China e tem marcado presença nos mais conceituados Festivais de Blues e Folk.
A música de Dan Livingstone é uma mistura inteligente das raízes da música tradicional americana com um toque de contemporaneo e os seus concerto são famosos pela energia que transporta para o público não deixando ninguém indiferente.





















MÚSICA:

27 de Março
sexta às 22h00
OLAVO BILAC
"Músicas do Meu Mundo"
Auditório da Casa das Artes
(Pré-venda/reserva de bilhetes a partir de 23 de Março. Preço único: €8,00)
Olavo Bilac prepara um novo capítulo na sua aplaudida carreira. Dono de uma das vozes mais queridas pelo grande público em Portugal, Olavo possui um currículo rico que, além dos Santos & Pecadores, se encontra ainda ligado a projetos como Resistência, um dos grandes marcos dos anos 90 em Portugal. 
Esse seu novo mundo foi apresentado num concerto no B. Leza, em Lisboa, concerto esse que que serviu de rampa de lançamento para o novo álbum. É o próprio Olavo que aponta as coordenadas para essa viagem: «Cabo Verde, Angola, Brasil, Portugal - o Atlântico e a Lusofonia são ideias, sons, rotas que eu quero explorar», confessa. Para esse caminho já há ideias precisas e preciosas: um standard como «Trem das Onze», que toda a gente cantou, de Gal Costa aos Duo Ouro Negro, e que Olavo agora quer reclamar, bem como criações de gente tão estimadas quanto Dorival Caymmi, Paulo Flores, Waldemar Bastos, Zeca Afonso, Rui Veloso ou os Heróis do Mar, além de uma ou outra incursão pelo património tradicional de alguns cancioneiros, como o de Cabo Verde. «O plano», avança ainda Olavo Bilac, «é poder misturar tudo, trazer alguma mestiçagem para a música, pegar num tema como "O meu primeiro beijo" de Rui Veloso e dar-lhe um tom de morna. Em palco, o samba e a bossa, a morna e o semba, o fado e a balada serão cruzados e reinventados por músicos experientes, com balanço e rigor. E por cima, uma voz rouca e singular, que o público aprendeu a aplaudir há muito, reconhecendo-lhe uma alma única e plena de força. Este também é o mundo de Olavo Bilac: é por aí que ele nos guia, com canções, cores, aromas, muito Atlântico e paixão.





















MÚSICA/POP ROCK:

28 de Março
sábado às 23h00
PEDRO E OS LOBOS 
+ SCREAM 4 REVOLUTION
Inserido no SONS DE VEZ!
13ª Mostra de Música Moderna Portuguesa de AVV
Auditório da Casa das Artes
O lema do Sons de Vez sempre foi o cruzamento de projectos consolidados na música nacional com a descoberta de novos talentos e entrecruzamento de gerações. Neste último dia trazemos como ementa duas bandas que assumem estas duas últimas perspectivas. 
Primeiro os Scream4Revolution, uma banda de musica rock original do concelho vizinho de Ponte da Barca, que teve início em meados de Janeiro de 2013. Composta por quatro elementos, Rafa Costa na bateria, Sérgio Freitas na guitarra solo, Neuzé Barbosa no baixo e Miguel Silva na guitarra base/voz, os Scream4Revolution possuem diversos temas originais em português e inglês, sendo garantida uma boa dose de energia e atitude em palco.
O projecto Pedro & Os Lobos, liderado pelo “histórico” Pedro Galhoz (Plástica), assume a paixão às guitarras e o gosto pela simplicidade, sempre com o blues como referência e pano de fundo, ficando sob sua responsabilidade a principal contribuição sonora desta noite. O EP de estreia do grupo viu a luz do dia no final do ano passado, sendo que para estas sete composições musicais Pedro Galhoz convidou vários amigos: Tó Trips, dos Dead Combo, que empresta a guitarra acústica em “Os braços do Sol”, João Rui, dos A Jigsaw, que surpreende cantando em português, António Manuel Ribeiro, dos UHF, que nos prende em “O Diabo sabe o meu nome”, e, finalmente, a extraordinária contribuição de Aldina Duarte, que é a companheira vocal no single de avanço deste novo trabalho discográfico, nascido em plena margem Sul do Tejo. 



















APRESENTAÇÃO DE LIVRO

28 de Março
sábado às 16h00
“VOU COM AS AVES”
de Albertina Fernandes
Casa das Artes; Sala da Varanda
“Vou com as Aves” tem como pano de fundo o fenómeno da emigração portuguesa para Paris entre os anos 60 do século passado e a Revolução de Abril. É um Romance de Formação, na medida em que nele se traça o percurso de vida do protagonista, desde as origens modestas numa aldeia arcuense até Lisboa, onde se faz homem, e Paris- palco de luta e determinação.


















CINEMA:


1
domingo às 15h00
SPONGEBOB: ESPONJA FORA DE ÁGUA
Género: Animação M/6
EM PORTUGUÊS
ENTRADA GRATUITA PARA CRIANÇAS ATÉ AOS 12 ANOS (INCLUSIVE)
Realização: Paul Tibbitt
Com: António Banderas, Clancy Brown, Tom Kenny








1
domingo às 22h00
NORTHMEN: A VIKING SAGA
Género: Ação, Aventura - M/16
Realização: Claudio Fäh
Com: Tom Hopper, Ryan Kwanten, Ed Skrein




















7 e 8
sábado e domingo às 22h00
AS CINQUENTA SOMBRAS DE GREY
Género: Drama - M/16
Realização: Sam Taylor-Johnson
Com: Jamie Dornan, Dakota Johnson, Jennifer Ehle




















13 e 15
Sexta e domingo às 22h00
ESCOBAR: PARAÍSO PERDIDO
Thriller, Romance - M/12
Realização: Andrea Di Stefano
Com: Benicio del Toro, Josh Hutcherson, Brady Corbet, Claudia Traisac, Carlos Bardem



22
Domingo às 22h00
VINGANÇA AO ANOITECER
Drama, Thriller - M/12
Realização: Paul Schrader
Com: Nicolas Cage, Anton Yelchin, Alexander Karim, Irène Jacob




















29
Domingo às 22h00
FOCUS: GOLPE DUPLO
Acção, Comédia, Romance - M/12
Realização: Glenn Ficarra, John Requa
Com: Will Smith, Margot Robbie, Rodrigo Santoro, Gerald McRaney, BD Wong, Robert Taylor, Brennan Brown, Adrian Martinez